JORGE PINA BOXING TEAM lisboa . portugal
comissão . em desenvolvimento
2013


A prática do Boxe não só constrói o carácter de quem o pratica, mas também uma melhor civilização.

Clint Eastwood

Mas o que é afinal o Boxe? Foi partindo desta duvida que procurámos dar resposta ao desafio proposto, o de reabilitar um armazém industrial devoluto em Lisboa, para aí criar o espaço de Treino da Associação Jorge Pina, associação esta cujo foco de actividade principal está direccionado para os jovens de bairros problemáticos de Lisboa.

Foi concebido um local para a prática do Boxe com condições para o nascimento de uma comunidade onde, para além do bem estar físico, seja possível promover a partilha de conhecimentos de forma multi-cultural e pluridisciplinar, formando jovens de uma forma livre, ética e auto-disciplinada. O espaço projectado, à semelhança da prática desportiva que lhe serve de premissa, estimula a coragem individual e o empreendedorismo colectivo através da criação de condições para a realização de eventos, promoção de acções, ideias e aplicação de novos métodos com o objectivo de desenvolver e dinamizar a comunidade.

Ao criar este espaço procuramos recorrer à utilização de materiais comuns e acessíveis. Para além de ginásio de boxe, o armazém pode ser usado como um espaço de formação cultural, onde é possível realizar conferências, apresentações e concertos, e ter locais de trabalho com acesso à Internet. Para resolver de forma económica todo o conteúdo programático pretendido tirámos partido da flexibilidade das caixas pré-fabricadas de betão, que, pela forma como são dispostas e empilhadas, possibilitam preencher e ocupar o respectivo interior, caso a caso, com as diferentes funções pretendidas: bar, balneários, sala de espera, espaços de trabalho ou de treino, salas de reunião, ou, se tal for pretendido, camarotes para espectáculos.

Através da implantação destas caixas separámos a zona de treino da zona destinada ao espaço público. Esta separação é vivida e sentida através do pavimento, de um gradil metálico na zona publica, e de um autonivelante na zona de treino. Assim, através do hall de entrada é possível aceder aos balneários dos atletas, às instalações sanitárias, a um bar com esplanada interior e a uma sala de espera sempre com vista para o motivo central de todo o espaço: o ringue de Boxe. Através de um núcleo de escadas é possível aceder aos pisos superiores, onde, caso a caso, o interior destes “módulos” pode ser ocupado quer como salas de formação, espaços de trabalho (que podem inclusivamente ser alugados mensalmente), ou como camarotes para espectáculos musicais, eventos de Boxe, funcionando como um mini-coliseu em redor do espaço central que é ocupado pelo Ringue de Boxe.

No piso superior foi criado um espaço amplo multi-funcional que poderá funcionar como auditório fixo para organização de eventos, ou como sala de formação, espaço este que, seguindo a lógica dos pisos inferiores, tem uma vista privilegiada do espaço central.

Pretendemos implementar um projecto inovador que tem a valência de levar aos jovens e aos moradores de Lisboa Oriental a possibilidade de praticar uma modalidade desportiva Olímpica, entre outras que a esta se venham a associar, num espaço que se assume simultaneamente como cultural, com um ambiente colaborativo, moderno e funcional.

FICHA TÉCNICA
tipo: comissão
cliente: associação jorge pina
localização: lisboa, portugal
arquitectura: ines gomes, joão pedro miguel, vitor cataluna ribeiro
engenharia: matriz xxi
paisagismo:
visualização: beyond-architects
custo: 320.000 €
dimensão: 645 m2
estado: em desenvolvimento

todas as images © beyond-architecs
info@beyond-architects.com
00_00
/